"

terça-feira, 8 de novembro de 2016

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Morte- Luiza Gosuen

"Quem amamos de verdade, nuncanos abandona.
Mesmo depois de sua partida ainda assim, está sempre ao nosso lado e, 
muitas vezes, acaricia nosso cabelo com uma brisa e afofa
nosso travesseiro nas noites de angústia."
Luiza Gosuen

Deus- Luiza Gosuen

"Deus!
Algumas vezes te sinto como uma brisa, suave como as estrelas - ofuscante e irradiando paz.
Algumas vezes, te sinto inexpressivo como um vácuo, distante como o infinito - disperso como o vento.
Algumas vezes, te sinto arrasador como um furacão, inundando como um vergalhão - grandioso como o universo.

Já senti todos esses momentos e em todos eles estavas onipotente e pujante.
Em todos eles não deixavas de ser cuidadoso mesmo quando era preciso exterminar para renascer.

Porque tudo se inicia e termina sob teu olhar e nada vive ou sobrevive sem teu sopro.
Nascer ou morrer, sucesso ou fracasso, alegria ou tristeza, saúde ou doença, começo e fim
são tuas misericórdias que aceitamos sem contestar e agradecemos ao orar.
E como dádiva recebemos a vida como privilégio para desfrutarmos de tuas obras, tuas maravilhas e aprendermos de teu amor."
Luiza Gosuen

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Artista - Luiza Gosuen


"O verdadeiro artista não se preocupa com a quantidade de público no espetáculo. Para ele, uma criança ou um olhar solitário que se encanta é o que importa, pois o artista genuíno vive apenas para a arte de emocionar deslumbrando os sonhos perdidos e sua exibição flui do fundo da alma para o coração". Luiza Gosuen

quarta-feira, 5 de outubro de 2016

Ainda me lembro (vídeo) Patricia Gosuen

(clique para abrir o vídeo)

2 Ainda me lembro...
3 Ainda me lembro das vezes em que andava perdida. Pensava ser feliz
em um mundo de ilusão; pensava que tivesse amigos, No entanto vivia na falsidade,
na pobreza e na obscuridade.
4 Ao vagar, sentia fome e sede pelas ruas da vida. Andava suja e maltrapilha,
mas  desejava as vaidades que somente o mundo poderia proporcionar.
Almejava a felicidade que somente o dinheiro poderia dar
5 Ainda me lembro… De todas as vezes que passava em frente a tantas festas
e que sentia  vontade de também festas e que sentia vontade de também participar,
mas não era convidada, participar, mas não era convidada, Sequer possuía uma
vestimenta adequada para a ocasião.Ou quando via as pessoas se matando por migalhas
e outras morrendo à míngua
6 Ainda me lembro…das vezes que chorava e pensava, Até quando durará
tanto sofrimento?
Que mundo é este, tão injusto com uns e outros? Desistir de lutar?
Sim, isto muitas vezes me passou pela mente, mas persever sempre foi o meu objetivo!
7 Sentia-me como se fosse um mero grão de areia: Desprotegida, frágil como o
sopro de uma brisa mansa ao mar bonito, Mas… com ondas turbulentas e assustadoras..
Mar..o qual chamamos…Vida! 
8 Ainda me lembro… De uma certa tarde quando, sentada num banco de praça,
meditava no sentido de minha existência, minhas forças aos poucos se definhando
quando, ao meu lado se sentou um senhor de aparência frágil, demonstrando
aborrecimento e desapontamento por alguma situação que enfrentava e
começou a dizer-me:
9 *Sabe menina… Eu também me lembro das vezes que vaguei por esse
mundo afora pensando tão-somente na felicidade alheia. Ofereci a todos a minha
“riqueza”, a minha “água em abundância” e até um “banquete”
Entrei em tantas igrejas oferecendo vestimentas limpas e imaculadas em troca de
corações vazios. Ninguém me ouvia…
10 *Fiz convites para minha “festa”, convidando a todos, onde o único requisito
é que viessem com vestimentas brancas e trouxessem os corações abertos.
Me lembrei do dia que sentei e chorei, pensando Até quando as pessoas continuaram
a caminhar com os olhos vendados em direção ao abismo, sendo que a solução
está tão perto delas, do mesmo jeito que eu estou perto de ti.
11 Muitos, infelizmente, desistem de lutar e de perseverar, Esquecendo-se de que
toda a água do imenso mar Ainda é tão pouca comparada aos incontáveis grãos de areia
da praia…_então…(interrompi sua fala) _Alguém assim como o Senhor, cheio de bondade
e ótimas intenções, por que ninguém lhe dá ouvidos?
12 *Não sei (disse ele) Eu sempre estou disponível a quem quiser vir a mim. -
Posso acompanhá-lo? (perguntei-lhe) *Claro! Apenas me dê a tua mão, vem e
segue os meus passos! vem e segue os meus passos!
13 Daquele dia em diante compreendi que : a “riqueza” a que se referia,
eram suas palavras,

a “água em abundância” significava uma vida reta e sem máculas; as “roupas limpas
e brancas” eram o espírito renovado” e o “banquete” seria a grande recompensa;
e a grande “festa”, o novo dia quando todos nós haveremos de nos reencontrar para
a felicidade plena.
14 Nunca mais sentiremos fome, nem sede, Nunca mais sentiremos fome, nem sede,
nem dor, angústia ou aflição. nem dor, angústia ou aflição. Desde esse dia pude saber o
que é realmente, a felicidade. Que muitas vezes se assemelha com uma mariposa que,
ao pousar sobre nossos ombros, nós mesmos a espantamos, forçando-a a alçar voo.
15 Aquele senhor foi mais do que um amigo. Me abriu os olhos para enxergar o abismo,
sua voz, tão doce e amorosa, e suas mãos tão ternas mostraram também as provas de um
carinho incondicional..mostravam as chagas da cruz… Ah! Quase ia me esquecendo de dizer
o nome dele: 
16 Ainda me lembro….seu nome é Jesus! Medite com essa mensagem, em suas atitudes
e que Deus possa presentiar-te com um grande “banquete”em sua vida e de sua família. 
17 Texto- Patricia Gosuen Rios de Bustos (original em espanhol)
Formatado e traduzido- Luiza Helena Gosuen Rios
Música- Il était une fois dans l”ouest- Ennio Morricone
Imagens da Internet e tela de Adelina Malvissi (Jesus na montanha) Data 17/11/2007 

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Liberta-te -(vídeo) Luiza Gosuen


Liberta-te! (Luiza Gosuen)
  "Imaginar que o espírito pereça ao morrer o corpo,
   é como imaginar que o pássaro morra ao quebrar-se a gaiola".
  (Fé Bahá'í)

O dia amanhece mas tu ainda estás no escuro.

A vida se torna lenta, embaçada sem brilho

O sol não aquece. Não se escuta nenhum canto de pássaros.
Tudo acontece quando alguém tira tua alma e arranca teu viço.

Quando te deixas ser menor  e o outro ignora tua luz,
e não consegues sentir o aroma de rosas que emana de teu olhar, quando o vês.

E assim teu espírito fica contido na gaiola tal qual um pássaro ferido.
É preciso que abras a gaiola, deixes que teus sentimentos saiam ,
e percebas o quão belas são tuas asas,
O quanto teu voo é sereno,
O quanto os outros pássaros te admiram e vislumbram tuas cores.

Liberta tua alma, voe!!
Tu és único e não precisas de ninguém para atingir o topo.
Como os pássaros, "teu verdadeiro lar é no ar e não no ninho".

Teu voo depende de teus desejos.
Se eles forem fortes, teu voo será majestoso.
Quanto mais livre te sentires, mas belo serás e mais resistência tuas asas terão.


Orienta-te...não percas o rumo.
Olhes com ternura tudo à tua volta.
Não te assustes com a águia que voa mais alto.

Cuida-te e não te impressiones com o voo dos outros.
Os olhares estão em ti;  portanto sejas o que o
teu limite suportar, isto é o que te basta.

Viva integralmente. Cante espiritualmente.

Que teu voo seja suave, sem maltratar ninguém,
nem a quem te ferir.
Tenha um voo belo e tranquilo até o dia em que teu voo finalmente
seja para o infinito.

Como nos ensina Santo Agostinho
 "Assim como a vida é mortal ,a morte é vital"

Vá sem medo e faça desse último voo o mais perfeito,
pois nele irá ao encontro do teu dia eternal.

" Faze-te pássaro do caminho espiritual.."  (Farid ud-Din Attar)
Faze com que teu voo e teu canto sejam lembrados com amor.

Porém, enquanto estiveres voando por aqui ,
que tenhas voos rasantes e não te distancies de nós.

Ama, liberta-te e viva!

"Tal qual um pássaro numa gaiola com a porta aberta, assim é a pessoa sem asas. Sabe que tem acesso à liberdade, se machuca batendo nas grades, porém não se liberta por não ter  aprendido a voar". (Luiza Gosuen)

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Permaneças em silêncio -(vídeo) Luiza Gosuen


-
Permaneças em silêncio!! Oração

"O silêncio é o esplendor da vida e o nascer da paz." (Luiza Gosuen)

Permaneças em silêncio!! Luiza Gosuen
Fiques em completo silêncio interior , 
Apenas tu ... na presença do Senhor. Ouças o ar entrando em teus pulmões, Sintas o sangue aquecendo teu corpo.
Ouça apenas teu interior... Não te aflijas com mais nada.
Não deixes as preocupações invadirem tua mente ... 
Confia no Senhor!
Esqueça as tristezas... Não chores... deixa Jesus assumir o controle da tua vida. Enxugues tuas lágrimas.
Sintas as mãos de Jesus sobre tua cabeça amparando-te e abençoando-te. Sintas esse poder ...tomando conta de teu coração.
Nada acontece sem que Ele permita, E tudo tem uma razão de ser. Muitas vezes... os ruídos externos abafam Sua voz, porque não estamos atentos ao que Ele nos fala.
O que nos acontece é fruto de nossa desobediência... 
E isso sangra o coração de Jesus.
Não digas nada...não precisa... Esqueça o que passou até mesmo essa dor que está em teu coração. Ele conhece tudo e todos, e sabe o que convém a cada um de nós.
Não te envergonhes de nada, nem precisas te humilhar. Ele te concebeu no ventre de tua mãe, e te teceu com fio de seda. Te ama muito e te perdoa.
Fiques apenas em completa paz. 
Ele é teu melhor amigo,  nunca irá te desamparar.
Usufrua deste momento. 
Que nada venha interromper esta comunhão.
Não tenhas pressa... esqueça teus compromissos, nada é    mais importante. - este tempo com Ele é eterno e só teu -
Sinta-te feliz! Jesus está feliz ao teu lado, compartilhes as alegrias recebidas, apenas no olhar, deixa teu coração festejar este momento.
Nada de tristezas, nem de ressentimentos,
Aceita o que Ele estabelecer para a tua vida.
Sintas o aroma dos lírios no campo , perfume suave ...
que exala da presença do Senhor.
Sinta-te leve e despreocupado ... como uma criança. 
E consinta que Deus te aconchegue num abraço. 
Fiques como um filho no colo de sua mãe, quando ela o alimenta. Confia totalmente, e alimenta-te deste prazer.









Ouça o silêncio dos céus... Seja a tranquilidade das águas mansas.
Seja como as nuvens passando por entre os dedos de Deus.
...E descansa no Senhor... “Entrega o teu caminho ao Senhor; confia Nele, e Ele tudo fará. (Sl 37-5)

Que o Senhor abençoe a tua vida!!!

Texto- Luiza Gosuen 
Formatação- Luiza Gosuen 
Imagens- Internet

domingo, 28 de agosto de 2016

Sonhar- Walt Disney (Vídeo)



http://slideplayer.com.br/slide/3454244/  Clique aqui para abrir em outra edição

Assim, depois de muito esperar, um dia como qualquer outro decidi triunfar.

Decidi não ficar à espera das oportunidades e fui procurá-las.

Decidi ver cada problema como a oportunidade de encontrar uma solução.

Decidi ver cada deserto como a oportunidade de encontrar um oásis.

Decidi ver cada noite como um mistério a resolver.

Decidi ver cada dia como a oportunidade de ser Feliz.

Naquele dia descobri que o meu único rival eram apenas as minhas debilidades e que estas são a única e melhor forma de me superar.

Naquele dia deixei de ter medo de perder e comecei a ter medo de não ganhar.

Descobri que não era o melhor e que talvez nunca o tenha sido.

Deixou de me importar quem ganhara ou quem perdera.

Agora simplesmente me importa ser melhor que ontem.

Aprendi que o difícil não é chegar ao topo, mas sim nunca deixar de subir.

Aprendi que o maior sucesso que posso alcançar é o ter direito de chamar a alguém de "AMIGO".

Descobri que o amor é mais do que uma simples paixão. O amor é uma filosofia de vida.

Naquele dia deixei de ser o reflexo dos meus poucos sucessos alcançados e comecei a ser a minha própria luz do meu presente.

Aprendi de que nada serve ser luz se não for para iluminar também o caminho da Humanidade.

Naquele dia decidi mudar tanta coisa.

Aprendi que os sonhos são apenas para transformar em realidade e desde esse dia que não durmo para descansar. Agora apenas durmo para sonhar.

Contradições (Vídeo) - Luiza Gosuen



Contradições/ Contradiciones (Luiza Gosuen)

Vivemos dias opostos...
Vivimos días contrario...

Existem mansões vazias à beira-mar, 
Hay mansiones vacías al lado del mar,

E barracos lotados á beira de barrancos.
Y coberzitos lleno de gente en el borde de los barrancos.

Mostramos conquistas e exibimos aquisições,
Mostramos los logros y exposición adquisiciones,

Para camuflar nossas deficiências e pobreza de espírito.
Para camuflar nuestra debilidad y pobreza de espíritu.

Lutamos por liberdade e participações sem preconceitos,
Luchamos por la liberdad y la participacíon sin perjuicio,

E nos trancamos em nossas casas enclausurados em nós mesmos.
Y nos encerramos en nuestras casas adjunto en nosostros mismos.

Conectamos diariamente com milhares de pessoas,
Nos conectamos con miles de personas todos los días,

Na busca carente de achar apenas um amigo de verdade.
En la buscar sólo para encontrar un verdadero amigo.

Nos entregamos a muitos amores, 
Ofrecer muchos amores,

Porém não achamos o amor - próprio.
Pero no encontramos el amor propia.

Temos disponível todo tipo de informações com facilidade, 
Ponemos a su disposición todo tipo de información con facilidad,

Porém pouco interesse na aquisição de sabedoria.
Pero poco interes en la adquisicíon de la sabidurìa.
Época de muita comunicação,
Tiempo de mucha comunicacíon.

E pouco relacionamento verdadeiro.
Y de la relacíon real de poco.

Ignoramos nosso idioma rico em conteúdo,
Nosostros depreciar nuestro idioma rico en contenido,
Em detrimento de outros que nos aparentam elitizados.
A expensas de otros que parecen elitista.

Temos todo o tempo e atenção para pessoas virtuais,
Tenemos todo el tiempo y la atención a personas virtuales,

E não cuidamos ou pouco conhecemos as pessoas reais.
Y no les importa o saben muy poco de la gente real.

Desprezamos nosso corpo saudável e perfeito,
Deprecian el corpo sano y perfecto,

Para invejar o corpo e a vida de outra pessoa tida como modelo .
Por la envidia del cuerpo y la vida de otra persona que hay tomado
como modelo.

Muitos procuram festas e orgias como forma de afirmação pessoal,
Muchos buscan fiestas y orgías como una forma de afirmación,

E se perdem dentro de si escravizados pelos vícios.
Y perdido dentro de sí mismos esclavizados por vicios.

Existem pessoas insaciáveis que devoram alimentos sem ter fome, 
Hay personas insaciable que comem sin tener hambre,
Enquanto alguns se desintegram aos olhos do mundo implorando uma migalha de pão.
Mientras que algunos desintegrarse debajo de los ojos el mundo pidiendo una migaja de pan.

Vivemos época de roubos e subtrações que tiram a vida de muitos,
Vivimos en el tiempo de robo y restas que afectan la vida de muchos,

E de pessoas que se doam apenas para ver um sorriso.
Y la gente que donar sólo para ver una sonrisa.

Tempo de famílias divididas e cada qual em seu quarto,
Tiempo de las familias dividido y cada uno en su habitacíon,

Na companhia de seus aparelhos modernos e todos solitários.
Teniendo como compañero dispositivos moderno y completamente solo.

Tempo de conhecer o outro lado do mundo com apenas um toque,
Tiempo para conocer el otro lado del mundo con sólo un toque,
E sem perceber o toque da mãozinha de seu filho implorando atenção.
Y sin darse cuenta del toque de la mano de su hijo pidiendo atención.

Olhamos da janela do apartamento de valor astronômico,
Nos fijamos en la ventana del apartamento de valor astronómico
Mas ignoramos os astros que no céu enfeitam nossa noite, de graça.
Pero ignoran las estrellas que adornan nuestro cielo nocturno en forma gratuita.

Juntamos lixo demais e acrescentamos a esse entulho pessoas humildes e desfavorecidas,
Nosotros recogemos un montón de basura y agregado a él personas humildes y desfavorecidos,


Sem nos darmos conta de que com isso nos tornamos a escória das espécies.
Sin darse cuenta de que al hacerlo nos convertimos 
la escoria de las especies.

Época de peles esticadas e almas enrugadas.
Tiempo de pieles estiradas y las almas arrugadas.
Riquezas guardadas a sete chaves
Las riquezas guardadas y bajo muchas llaves

E a chave do coração perdida em  companhias levianas e camas vazias.
Y la llave del corazón perdido en compañías frívolas y las camas vacías.

Não temos tempo para a glória de Deus,
No tenemos tiempo para la gloria de Dios,

Porque nos sentimos deuses de nossas pequeninas vidas.
Porque sentiemos que somos pequeños dioses de nuestras pequeñas vidas .
Se alguma coisa mexeu com seu sentimento, 
Si algo movió sus sentimientos,
Ainda é tempo para viver com simplicidade e valorizar o essencial.
Estamos a tiempo de vivir con la simplicidad y valor esencial.
De abraçar seus amigos e beijar seus pais.
Para abrazar a sus amigos y  besar a sus padres.

De passear com seu cão e olhar uma flor.
De camiñar con su perro y mirar una flor.
De colocar seu filho no colo e desligar o computador. 
De poner a su hijo en su regazo y desconectar la computadora.
De procurar quem seu coração ama ,
Buscar que el amor de su corazón,

E não ter vergonha de dizer as palavras mais simples e mais
poderosas do planeta ...
Y no tener vergüenza decir las palabras más simples y poderoso del planeta ...

Amo você!
 ¡Te quiero!




A arte de ser feliz (Vídeo)- Roberto Shinyashiki


http://www.slideboom.com/presentations/338251/-A-arte-de-ser-feliz


Cada ser humano carrega em si o Universo (Vídeo) - Luiza Gosuen





CADA SER HUMANO CARREGA EM SI O UNIVERSO
                          Luiza Gosuen
 
Ao nascermos temos o privilégio de adentrar os portões de um paraíso que nos
recebe de braços abertos, oferecendo tudo de exuberante que existe nesse
Universo e que, gratuitamente, nos é disponibilizado como um "presente".

Vem-me à mente as palavras do filósofo brasileiro, Arcângelo Buzzi, que diz:
“A palavra Natureza vem do verbo latino "Nasci", que significa “brotar", "nascer".
Portanto, de forma conjunta, iremos fazer parte da Natureza que acopla em nós uma cópia de si mesma, e que é tecida  magistralmente pelas mãos do Criador.

Sinta o ar entrando em seus pulmões:
é como o embrenhar por um bosque fechado, com trilhas estreitas;
uma cópia exata da magnitude que é o inalar e exalar  desse precioso componente que irá dar vida a todo o Planeta:     o oxigênio.
Tente agora vislumbrar uma correnteza, ouça o barulho,
atente para o leva e traz dos nutrientes nesse fluir  contínuo.

Agora, ouça o borbulhar do sangue em suas veias, no trajeto perfeito de conduzir a cada parte o vermelho da vida em forma líquida.
 Nossa voz se assemelha aos ventos, é o que nos difere de todo ser e nos iguala ao Supremo que, em sendo Verbo, se fez carne,  habitou entre nós para expressar seu amor.

A voz é um som que tanto pode espalhar a brisa e a mansidão, quanto trazer a tormenta num grito de guerra e de destruição ;
da nossa boca, a voz pode sair em forma de carinho ou de um sopro que apaga uma chama, ou rugir em forma de furação e, junto com a Língua -  que serve  não só para depurar as  delícias - mas também  para maldizer, destruir e  matar.

 Outro órgão de importância vital, nosso rim,  que filtra tudo que foi absorvido pelo  corpo , trazendo o equilíbrio para que os outros órgãos possam se manter saudáveis.
Assim é a camada de ozônio que barra todas as radiações nocivas, impedindo que sejamos maltratados por impurezas vindas de todo o Cosmo.
Mas o homem não cuida do que lhe foi oferecido e, constantemente, assistimos atônitos a desmatamentos com corte de árvores centenárias.
E florestas inteiras sendo disseminadas pelo fogo criminoso, que muitas vezes também alcança nossos mares.

A água , elemento de onde fomos formados, que desde o útero nos acolhe e nos nutre, hoje está escassa, Imprópria para consumo.
Rios poluídos, geleiras ameaçadas, mares contaminados empresários insanos, pessoas descuidadas, contaminando e devastando o habitat natural dos animais aquáticos.

Huberto Rohden,outro filósofo brasileiro, entende esses efeitos como graus de conhecimento no homem.
A "subconsciência inferior" traduzida nas suas "manifestações egóicas" ou intelectual, quando o homem se julga superior a tudo e a todos, e a "cosmoconsciência da razão“ , quando o homem compreende, por fim, que ele também é parte desse todo harmônico.

E nossos ossos: são como a dureza dos minerais entranhados no solo, dando forma e existência duradoura à superfície. Na natureza, as escavações  deformam a terra pela ganância corruptível  e pela busca desordenada do valor  do mineral,  assim como fazem para extrair ossos e chifres dos animais, matando-os sem ao menos se importarem com o martírio de outros seres viventes.

Nossos membros se assemelham ao corpo do Planeta, onde os movimentos integram as partes trazendo mobilidade sinérgica entre todos os povos.
E quando nasce mais um dia tão claro : é como a beleza da visão, com suas cores que irradiam alegria, junto com o calor do sol que brilha pujante e onipotente,envolvendo toda a Terra.

Então, de mansinho chega a noite, que vem, assim  como o sono, aos pouquinhos, e vai nos acomodando, tranquilizando-nos com seu véu escuro e cobrindo-nos com a paz e o descanso.

E essa calma encontramos nos versos de Fernando Pessoa
"Agora amo a Natureza como um monge calmo ama a Virgem Maria, religiosamente e, a meu modo como dantes(...) trouxeste-me a Natureza  para o pé de mim".

Por que o ser humano sente essa necessidade ilógica e incontrolável de destruir a Natureza? 
“É preciso habitar a Terra, no sentido, no decoro, na dignidade e na disciplina de suas dádivas". (Arcângelo Buzzi)

Será que, inconscientemente, achamos que o que Deus criou não foi bom?
“É sabedoria agir de acordo com a  Natureza, ouvindo a sua voz".  
(Heráclito, filósofo grego pré-socrático).

 “O mundo da simplicidade, da natureza, da fonte de água limpa e do canto dos pássaros é um pedaço do céu e a voz de Deus, que muitos não conseguem ouvir”.   Luiza Gosuen)
“ Quando se despreza a natureza, se despreza também seu criador." (Luiza Gosuen)

 “Nosso planeta adoeceu ,mas não vamos deixa-lo  morrer : seremos seus guardiões em retribuição à benevolência que nos acolhe.
Está em nossas mãos! O futuro das novas gerações.